Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do Fornecedor
A Trainning Education Services, empresa brasileira especializada na capacitação de profissionais de TI e focada no desenvolvimento de conteúdos de governança e tecnologia para os negócios, atenta as necessidades dos profissionais de TI portadores de deficiência anuncia um programa de integração a partir da adequação das suas instalações em todas as unidades espalhas pelo Brasil e também do oferecimento de um desconto de 30% em todos os cursos oferecidos. “Sempre há tempo hábil para este tipo de iniciativa”, comenta Victor Jacques, diretor da Trainning. “Nas escolas e em todos os prédios públicos e privados os obstáculos que impeçam a participação efetiva da pessoa com deficiência devem ser eliminados. Além disso, devemos todos buscar os recursos e estratégias que promovam acesso e permanência em todo contexto educacional para que os alunos com necessidades especiais possam atingir seu potencial pleno. O nosso Programa de Acessibilidade Trainning tem a meta de capacitar estes alunos na área de Gestão, Tecnologia e Negócios, tornando-os profissionais chaves em áreas estratégicas”, acrescenta. O Programa de Acessibilidade Trainning inclui toda a infraestrutura adequada para atender as necessidades especiais e prevê a gravação das aulas em formato de áudio para os profissionais com qualquer tipo de deficiência visual. Para os surdos, o programa prevê aulas expositivas e a possibilidade do acompanhamento de um tradutor simultâneo.
A iProcess, especializada no desenvolvimento de soluções em BPM, ECM/GED e SOA, inaugurou nesta semana o canal da empresa no YouTube, com vídeos sobre BPM (Business Process Management) e SOA (Service-Oriented Architecture). A ação visa disseminar conhecimento sobre estas tecnologias através de vídeos gravados dos webinars, apresentações, estudos e demonstrações de diferentes produtos envolvidos no suporte à gestão de processos, arquitetura orientada a serviços e gestão de conteúdo. Os visitantes podem contribuir com sugestões de assuntos para os próximos vídeos através da área de comentários do próprio canal. Os primeiros vídeos disponibilizados no canal mostram simulações de processos com Oracle BPM e explicam BPM e SOA no contexto do desenvolvimento de software. O canal no YouTube pode ser acessado no endereço: www.youtube.com/iprocessbpm ou através do site da empresa: www.iprocess.com.br.
A DAS - Dealer Administration System, especialista em soluções de TI para a gestão de negócios das empresas concessionárias de veículos automotores, com atuação no Brasil e México, anuncia uma parceria com a Magic Software Brasil para o fornecimento da tecnologia iBOLT para a emissão e integração de Nota Fiscal Eletrônica com o portal da Receita Federal do Brasil, eliminando tempo e custos adicionais com desenvolvimento de aplicação específica. O acordo prevê o fornecimento do módulo Nota Fiscal Eletrônica a partir do iBOLT no software Auto Plus, sistema de gestão para concessionárias de veículos automotores criado para controle e gestão de serviços, peças, assistência técnica, estoque e vendas de veículos, com módulo de Call Center e CRM e comunicação com fabricantes. O iBOLT irá funcionar como ferramenta de integração e execução dos processos envolvendo a emissão, geração do arquivo XML, assinatura digital, transmissão ao SEFAZ, contingência, gerenciamento, guarda das informações e controle dos dados relativos a NF-e, sendo responsável pelo tratamento das informações com o portal da NF-e junto ao SEFAZ pela verificação do status de cada processo junto à secretaria da Fazenda, além de verificar se estes serviços estão disponíveis ao contribuinte. “O processo da Nota Fiscal Eletrônica traz uma importante contribuição para o mercado de concessionárias de veículos justamente porque contribui com a informatização dos negócios das empresas. Este mercado é amplamente abastecido por software de gestão de qualidade e o que diferenciará o nosso Auto Plus das demais aplicações será a sua maior facilidade na emissão e integração da nota fiscal eletrônica com o portal do fisco”, afirma Mauro Kiehn, diretor da Dealer Administration System.
A D-Link anuncia uma parceria com a Universidade Estádio de Sá, com investimento de US$ 30 mil para montar um laboratório de Redes destinado ao curso de Redes de Telecomunicações do Campus Praça Onze (Rio de Janeiro). Além de equipar o laboratório, a D-Link também treinará 20 professores do curso, ensinando-os a instalar, configurar e manusear as soluções. O objetivo é que os professores possam capacitar os seus alunos com as tecnologias de ponta fornecidas pela D-Link e, principalmente, com as práticas adequadas para a melhor utilização dessas tecnologias . Segundo o diretor de serviços da D-Link Brasil, Wagner Moita, atualmente existe uma carência de profissionais no segmento de infraestrutura de redes e a D-Link firmou esta parceria para reforçar seu comprometimento com a formação de profissionais qualificados por meio dos programas de capacitação. O projeto em conjunto com a Universidade Estácio de Sá faz parte da estratégia da D-Link de aumentar a participação de mercado de tecnologia para a vertical de educação, na qual a companhia já possui 11 clientes no Brasil. “A Estácio é um grupo de instituições de ensino superior de grande credibilidade no Brasil. A parceria será uma importante vitrine para a D-Link junto ao público universitário e às instituições do setor educacional”, explica Wagner Moita. Para compor a infra-estrutura do laboratório, a D-Link forneceu 26 soluções de redes, wireless, monitoramento IP e VoIP: duas unidades dos switches de acesso DES-3526; dois Acess Point DAP-1353, que operam no padrão 802.11N; 14 placas de rede DWA-510, que operam no padrão 802.11G; duas câmeras de duas câmeras de monitoramento DCS-3220; e dois telefones IP modelo DPH-150S. Todas as soluções serão distribuídas igualmente em dois racks, também fornecidos pela D-Link, que são 100% redundantes. A redundância é o grande diferencial do laboratório, pois, caso haja falha em um rack, o outro automaticamente passa a operar no lugar.
Devemos saber se o hardware em que se encontra o HOST suporta a nova versão do Vsphere (podemos ter a lista detalhada de hardwares homologados no próprio site da Vmware), precisamos saber se vamos atualizar, ou “apagar e instalar de novo”, o por que estamos atualizando,e se é o momento ideal para isso.Partimos sempre do princípio que deve ser muito bem estruturada e organizada a atualização, de “simples” pode se tornar algo complexo. Guilherme Friol guilherme@scherm.com.br