Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do Fornecedor
Apresentar e discutir o tema da certificação digital e como ela será inserida no cartão de Registro de Identidade Civil – RIC foram os principais objetivos do Fórum “A Certificação Digital no Cartão RIC”, que aconteceu esta terça-feira, dia 16, na Polícia Federal. O seminário foi realizado pelo Instituto Nacional de Identificação (INI/DPF) e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com organização da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – ABRID. Segundo o presidente do ITI, Renato Martini, a idéia é trazer uma reflexão sobre o Sistema Nacional de Certificação Digital para ver qual modelo tecnológico melhor se adéqua para compor o RIC. Ele destacou que chegar até o cidadão brasileiro ainda é um grande desafio para a ICP-Brasil. “O RIC é, na prática, a realização desse sonho ou a facilitação da popularização do certificado digital. O chip que estará no cartão RIC é uma gigantesca janela de oportunidade para a certificação digital no Brasil e para todas as aplicações que estão acontecendo no país”. Para o diretor técnico-científico do Departamento da Polícia Federal, Paulo Roberto Fagundes, o governo sinaliza a importância de se implantar o RIC. “Nesse sentido, estamos tratando do decreto - o tema foi regulamento pela Lei nº 9.454/1997 - que vai dar poderes ao Ministério da Justiça e à Polícia Federal para centralizar as informações da identificação civil dentro do projeto RIC”, explicou. A mesa de abertura também contou com diretor do Instituto Nacional de Identificação do Departamento de Polícia Federal, Marcos Elias Cláudio de Araújo, e pelo presidente da ABRID, Célio Ribeiro. Ao longo do dia, foram tratados temas como as normas que regem a Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), os processo de auditoria, os passos para a emissão de certificados digitais, o processo de homologação que garantem a interoperabilidade do sistema, além do cenário de integração RIC e certificação digital.
A Trainning Education Services anuncia a abertura das inscrições para o curso preparatório para certificação Project Management Professional (PMP), emitida pelo Project Management Institute (PMI) e que vem sendo exigida pelas empresas durante a seleção de novos profissionais para este área de atuação. O mercado brasileiro para os profissionais dedicados ao gerenciamento de projetos tem aumentado em função da enorme complexidade que os trabalhos exigem para poder atender às mais diversas demandas do mercado. Quanto maior são estas demandas, maior deve ser a capacidade do profissional. Para atender a esta demanda, a Trainning anuncia a abertura das inscrições para o seu curso preparatório para certificação Project Management Professional (PMP) - emitida pelo Project Management Institute (PMI) – e que conta com 40 horas/aulas e uma grade de conhecimento que inclui as habilidades para Gerenciamento de Integração; Gerenciamento de Escopo; Gerenciamento de Tempo; Gerenciamento de Custos; Gerenciamento de Qualidade; Gerenciamento de Recursos Humanos; Gerenciamento de Comunicações; Gerenciamento de Riscos; e Gerenciamento de Aquisições. Para o mês de Outubro estão prevista duas turmas com início nos dias 07 e 20 de Outubro, respectivamente. Para garantir a qualidade do treinamento, a Trainning possui uma equipe de instrutores certificados PMI e especialistas em Gerenciamento de Projetos. O material didático inclui apostila PMP e simulados para a prova de certificação PMI, grande de conhecimento no PMBOK, e simulado baseados no processo de aprendizado de Rita Mulcahy, autora mundialmente reconhecida como expert em técnicas de gerenciamento de projetos e teoria avançada de gerenciamento de projetos, gerenciamento de riscos e certificação. Quem faz preparatório PMI na Trainning ganha PMP Foundations. Serviço Valor de Tabela: R$ 1590,00 Promoção: R$ 1490,00 à vista Parcelado em 4 X R$ 372,50 Parcelado em 6 X R$ 272,50 Inscrições: http://www.trainning.com.br/proj_01.html
Neste mês de Setembro a ENG DTP e Multimídia completa 25 anos. Quando o empresário Álvaro Venegas decidiu montar a empresa, ainda era estudante de engenharia na USP. Naquela época, a novidade tecnológica girava em torno dos microcomputadores, deixando para trás o estigma de que informática era só para grandes empresas. A partir de um projeto da faculdade para desvendar a microinformática, o jovem engenheiro percebeu a necessidade do mercado para capacitação e treinamento de profissionais e em 1983 montou a ENG, que tinha como meta ser um centro de tecnologia e treinamento. Em 1992, a empresa firmou parceria com a Macromedia, com quem mantém acordo até hoje, agora sob a denominação ADOBE. Hoje a atuação da empresa está dividida em três bases: - treinamento de design gráfico, webdesign e vídeo digital; - consultoria para empresas; - fornecimento de software como parceiro estratégico Corel e Adobe, além de Fontlab e Trolltech. A ENG já formou mais de 30 mil profissionais e este ano pretende formar mais três mil. Número que foi reforçado a partir dos convênios com empresas como UOL, Terra, iG, Brasil Telecom, Correios, Prodesp, Prodam, Sangari, entre outras, que compram bolsas de estudos para qualificar seus funcionários. Os projetos com instituições de ensino totalizam 47 universidades e são destaque das atividades da empresa, e inclui o licenciamento, capacitação e atualização dos professores, além dos profissionais de TI destas universidades. Entre as universidades atendidas estão: PUC – SP; PUC – RJ; Unicsul; Universidade Católica de Brasília; Instituto Mauá de Tecnologia, UNINTER e Universidade Tuiuti do Paraná. Para alunos das instituições de ensino conveniadas, a ENG garante 90% de desconto na aquisição de softwares para os alunos. Para atender o público que investe na própria carreira, a ENG subsidia parte da matrícula nos cursos com descontos de 30 a 50%. A empresa possui sedes próprias em São Paulo, Curitiba e Brasília.
A Magic Software acaba de anunciar o lançamento no Brasil do UniPaaS, nova plataforma originada do eDeveloper e projetada para oferecer um novo e abrangente conjunto de funcionalidades para criação integrada de aplicações Web 2.0 através do uso de Rich Client (RIA - Rich Internet Application) e software como serviço (SaaS – Software as a Service). Com a nova plataforma os desenvolvedores poderão projetar seus softwares para ambientes Cliente-Servidor, Web 2.0 ou como serviço e também escolher a melhor forma de oferecer seu software no mercado para atender às demandas de negócios de seus clientes. O lançamento é a primeira solução que permite a criação software como serviço (SaaS) e aplicações ricas para Internet em uma única e integrada plataforma de desenvolvimento, daí o nome UniPaaS. Além de atender à demanda de RIA e SaaS, o produto permite criar aplicações com capacidade real e preparadas para a integração de aplicações e processos de negócios baseadas em SOA. Uma das principais características do UniPaaS é a capacidade de criação de aplicações flexíveis na arquitetura e nas plataformas. Diferente de algumas ferramentas de desenvolvimento disponíveis, o UniPaaS permite criar programas que podem rodar tanto em estações de trabalho (Dispositivos Móveis, Browser, Rich Client ou Cliente Windows), ou apenas no servidor. O UniPaaS garante criar rapidamente seus produtos com a velocidade necessária para que possam enfrentar os desafios e a dinâmica do mercado e, assim, projetar seus produtos de software que atendam à demanda da Web 2.0, uma tendência que vem se estabelecendo no mercado global e que ganhou do Gartner a nomenclatura PaaS para denominar o conjunto de plataformas especialistas no desenvolvimento de software como serviço. As aplicações criadas nas versões anteriores do eDeveloper serão migradas automaticamente para o UniPaaS, incluindo conversores entre arquiteturas para viabilizar a passagem de programas Web para RIA e C/S para RIA.
A ENG e Adobe promovem no dia 30 de Setembro, no auditório da Adobe, um curso gratuito de introdução às tecnologias Flex 3 e ColdFusion 8 destinado aos profissionais que desejam desenvolver aplicações dinâmicas que podem ser funcionar a partir na web e com recursos Rich Client e aplicações sofisticadas cliente-servidor. O curso terá duração de 2 horas Neste Curso Introdutório, será apresentada a tecnologia FLEX 3 e ColdFusion 8, que permitem o desenvolvimento de sistemas através da Internet, com recursos de Rich Client, como em aplicações sofisticadas Client-Server. O curso também apresentará casos de sucesso para mostrar as potencialidades de cada tecnologia, tendo o ColdFusion 8 como plataforma servidor e o Flex 3 como solução inteligência distribuída nos usuários. Também serão apresentadas soluções integradas de Web 2.0 a partir das notícias trazidas pela ENG em sua participação no Web 2.0 2008, em San Francisco – CA. A ENG foi a única empresa brasileira presente ao evento. Serviço 30 de setembro de 2008 09:00 às 11:45 Local: Adobe - Rua Gomes de Carvalho, 1510 12º andar SP Total de vagas/assentos: 20 http://www.eng.com.br/site/index.cfm?secao=eventos&page=inscricao&IdEvento=67

Login