Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do Fornecedor
A Inspirit confirma sua participação em um dos principais eventos tecnológicos dos Estados Unidos: Web 2.0 Expo New York, que acontecerá em Nova York, no Javits Convention Center entre 16 e 19 de Novembro. A participação da empresa será para ampliar seu mercado nas Americas a partir da apresentação no evento de seu principal produto: a plataforma Si4. A plataforma Inspirit Si4 foi projetada com base na Digital Intelligence para projetos de comunicação estruturada baseada em BPM e fornecida como SaaS (Software como Serviço). O destaque da plataforma na Web 2.0 Expo New York deste ano será as funcionalidades da ferramenta garantir projetos Rich Internet Applications para a criação de ambientes complexos para gerenciamento de conteúdo, comunidades sociais corporativas e aplicações de gestão para CRM, B2B, B2C e BPM. A solução da Inspirit vem obtendo grande aceitação de mercado porque é a única de seu segmento que permite estabelecer gerar níveis hierárquicos para projetos de comunicação estruturada a partir do estabelecimento de competências para as todas as atividades relacionadas ao negócio, envolvendo categorias de clientes (internos e externos), fornecedores e revendas e pontos de vendas. Seu recurso de workflow garante automatizar as decisões de compras e acompanhamento e de auditoria das tarefas das equipes. Com foco nos negócios, a plataforma Inspirit permite associar meios de pagamento eletrônicos às ofertas de produtos/serviços na internet, incluindo o controle dos processos de compra e atualizações pela web. Durante a Web 2.0 Expo New York, a Inspirit terá a oportunidade de apresentar seus principais cases de sucesso a partir da utilização da plataforma Si4: os portais da editora IT Mídia (Financial Web, IT Web, ResellerWeb e SaúdeBusiness), da FAAP entre outros. Mais informações: http://www.web2expo.com/webexny2009
A Mtek acaba de lançar o DualCase, uma gaveta externa que acomoda dois HDs de 3,5” de até 2TB cada. Todo feito em alumínio, o case é compatível com HDs SATA I e SATA II, atingindo uma taxa de transferência de dados de até 3 Gbps através da conexão e-SATA e de 480 Mbps com a porta USB 2.0. O acessório tem seis modos de configuração (Mirror, Fast, Big, Dual, Safe33 e Safe50) para garantir o armazenamento de arquivos com rapidez e segurança. No modo Mirror, o case grava todos os dados em duplicidade nos dois HDs para protegê-los contra perda de informação por falha de uma unidade. Para atingir maior velocidade na taxa de transferência, o modo Fast é o mais indicado, pois ele é uma combinação dos dois HDs de capacidades iguais para compor um disco virtual com capacidade dobrada e melhor performance. Os usuários que querem mais espaço devem optar pelo modo Big, pois ele soma a capacidade dos dois HDs para compor um maior. Provém a máxima capacidade de armazenamento sem o custo de um único disco com a mesma capacidade total. No modo Dual, os dois HDs aparecem independentes, como duas gavetas simples conectadas ao computador. Caso haja falha em um dos discos, não afetará o outro. Quando o usuário precisar de muita segurança e confiabilidade no armazenamento de parte de seus dados e no restante não, é indicado utilizar os modos Safe33 e Safe50, pois eles criam dois volumes virtuais, um Mirror e um Big. A diferença entre eles é a capacidade no volume Mirror, que no Safe33 será um terço do HD e no Safe50 metade. A capacidade do volume Big será a soma dos tamanhos restantes. O DualCase não necessita de instalação e possui um botão liga/desliga na parte frontal, além de vir com uma fonte de energia compacta. O case ainda tem três anos de garantia contra defeitos de fabricação. Compatibilidade: Windows 2000/XP/Vista – MacOS Preço Sugerido: R$ 220,00 À venda em lojas especializadas Mais informações: (11) 5567-0070 – www.mtek.com.br
Com uma sólida atuação junto ao sistema financeiro, iniciada em 1968, o Escritório Paulo Roberto Joaquim dos Reis Advogados Associados consolidou sua presença nas áreas de Direito Empresarial, Direito Bancário e Operações Financeiras, Direito Cível e Comercial; Orientações preventivas e Direito Cooperativo. A partir de sua sede em Bebedouro, no interior paulista, o escritório cresceu e abriu filiais em Campinas e em Ribeirão Preto, passando a atuar não só no Estado de São Paulo como no de Minas Gerais. São hoje 37 advogados, 32 funcionários, 34 estagiários e 184 advogados correspondentes, atendendo uma carteira composta por alguns dos principais bancos do país. “Trabalhamos com nosso acervo 100% digitalizado”, explica o Dr. Luiz Felipe Perrone dos Reis, diretor do escritório, que investiu na formação de uma infra-estrutura completa na área de TI. O ERP Jurídico desenvolvido pela TEDESCO permite que o acompanhamento processual seja feito pela Web, respeitando toda uma rígida política de privacidade das informações através do controle de acesso por usuário. A experiência adquirida pela TEDESCO na Gestão Eletrônica de Documentos permitiu ao escritório digitalizar os arquivos físicos, que foram agrupados e classificados empregando a linguagem usada pelo escritório, adaptando-se à sua rotina de trabalho. Flexível, a solução TEDESCO permite a inclusão de toda a base de dados dos clientes, seja ela física ou digital. O resultado final é um expressivo ganho de qualidade de gerenciamento e de tempo, além da economia gerada pela diminuição drástica do uso de papel. “Para nós da TEDESCO é gratificante saber que um escritório de advocacia alinhado com as mais modernas práticas de segurança e gestão de riscos optou pela nossa solução para otimizar ainda mais a qualidade do atendimento prestado aos seus clientes”, destaca Álvaro Barreto, diretor da TEDESCO Tecnologia.
A GSA Association, entidade que reúne os fabricantes de dispositivos móveis GSM/HSPA e LTE, liberou seu mais recente relatório sobre o mercado móvel global e que aponta aumento de 73% de participação das redes 3G, com 300 redes WCDMA comerciais em 283 operadoras móveis em 126 países, incluindo Brasil e América Latina. Além disso, aproximadamente 95% das redes comerciais WCDMA ofereceram upgrade HSPA para os serviços de banda larga móvel, o que representa mais de 50% delas suportando majoritariamente picos de downlink de 7.2 Mbps ou mais, abrangendo 657 tipos de dispositivos móveis colocados no mercado global, muitos deles notebooks. Um total de 102 operadoras já manifestou o compromisso em migrar rapidamente para a oferta de maiores velocidades de uplink dados com HSUPA, sendo que são 92 operadoras em 47 países já em operação e servidas por 344 modelos diferentes de dispositivos HSUPA, dos quais 36% com suporte a velocidades maiores que 5.8 Mbps. No Hemisfério Ocidental são 52 operadoras em 24 países oferecendo serviços de banda larga móvel baseados em HSPA. O relatório também sinaliza que a LTE representa a próxima evolução, mesmo para velocidades de downlik mais elevadas, e também melhorou as velocidades de uplink e as latências mais baixas, e, combinadas, baixaram os preços de entrega de dados, o que representa um passo à frente na experiência do usuário de banda larga móvel. “A indústria de telefonia móvel está se consolidando em torno dos sistemas LTE, com muitas operadoras móveis líderes se comprometendo com a implementação de redes LTE, que é a evolução natural para as operadoras GSM/WCDMA-HSPA”, comenta Alan Hadden, presidente da GSA Association. “Entretanto, serão as operadoras CDMA as que estarão entre as primeiras a lançarem suas redes comercias LTE. Os sistemas TD-SCDMA também são esperados a envolver LTE (TD-LTE), o que significa que LTE está pronta para se tornar o padrão global para a próxima geração da banda larga móvel”, acrescenta Hadden.
As empresas iniciam seus planos orçamentários para o ano seguinte a partir da busca da melhor alternativa em software para que suas equipes possam obter e vivenciar o ambiente tecnológico adequado para esta tarefa, e que também permita eliminar o árduo trabalho manual das planilhas eletrônicas, que não oferecem as funcionalidades necessárias, dificultam a integração com os sistemas de gestão e não oferecem a capacidade de visualização global de todos os planos da companhia em tempo real, além do potencial risco de erros comuns em planilhas. Atenta a este cenário, a ODE Peopleware inicia uma campanha de divulgação do Adaptive Planning na modalidade Software como Serviço (SaaS – Software as a Service) para empresas de todos os tamanhos e ramos de atividade que necessitam iniciar seus planos orçamentários já nas próximas semanas. Você não precisa mais comprar uma solução e ter um alto investimento inicial, com a modalidade SaaS você paga pelo que usa, com contratos anuais e não necessita utilizar a infraestrutura de TI dos clientes, oferecendo total independência de consultores externos e pessoal de TI. Os usuários poderão ter acesso à ferramenta Adaptive Planning a partir apenas de um navegador web e com todo o suporte oferecido ao software na modalidade de licenciamento. Segundo Mário Kohara, diretor da ODE, a campanha terá como base a oferta do Software como Serviço, que inclui uma política agressiva de desconto por volume de usuários e dará total apoio para que as equipes das empresas possam iniciar a utilização da aplicação em menos de 30 dias, a partir da contratação do Adaptive Planning na modalidade SaaS e os pacotes de serviços Silver, Gold ou Platinum QuickStart. “O Adaptive Planning SaaS oferece todas as funcionalidades necessárias para a colaboração e análise, integração com outras aplicações, possibilidade de adição de usuários de várias unidades, filiais e subsidiarias ao redor do mundo por estar em vários idiomas”, afirma o executivo.

Login