Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do Fornecedor
A URANET Projetos e Sistemas, empresa especializada em soluções para contact center, cujos dois sites (Líbero e Aclimação) já haviam sido certificados com o Selo de Ética em setembro de 2007 e renovados em outubro de 2008 e 2009, conquistou o Selo de Maturidade no nível máximo (4) para o site Líbero em diversos quesitos como Segurança da Informação e Controle Operacional de Tecnologia. A certificação aconteceu nos dias 30 e 31 de março, e foi auditada pela Fundação Vanzolini. Um fator imprescindível que garantiu a obtenção do selo foi a criação de um Comitê interno, no dia 30 de outubro do ano passado, envolvendo todas as áreas da empresa. Composto por dez pessoas e coordenado por Roberto Noda, um dos diretores da URANET, o Comitê nasceu com o objetivo de garantir a aquisição do Selo de Maturidade por meio de auditorias internas e do desenvolvimento de ações estratégicas como o PROJETO MATURA, em novembro do ano passado, que permitiu aos gestores identificar eventuais falhas, corrigi-las e aplicar melhorias nos processos internos. Já a outra certificação foi resultado da renovação do Selo de Ética no site Aclimação, no dia 06 de abril, também auditada pela Fundação Vanzolini. Durante o ano de 2009 foram feitas 26 auditorias internas com aplicação de avaliações aos atendentes sobre o Código de Ética, o que permitiu a aprovação da recertificação sem nenhuma não-conformidade. “Destacamos o envolvimento e comprometimento de todos os colaboradores da URANET, especialmente dos atendentes e de seus gestores que sempre se empenharam com muito afinco desde o início do processo de certificação pelo PROBARE”, ressalta Andrés Rueda Garcia, presidente da URANET.
A Verint, uma das maiores empresas de software para call centers do mundo, anuncia hoje as empresas-membro que compõem seu Customer Advisory Council (Conselho Consultivo de Clientes) para 2010. Com a participação de mais de 25 companhias globais que englobam vários mercados (incluindo os setores automotivo, Internet e telecomunicações, serviços financeiros, saúde, viagens e serviços públicos), o conselho se reúne regularmente, com foco nas melhores práticas da indústria e análise das crescentes tendências do mercado de contact center. As companhias que fazem parte do Customer Advisory Council utilizam o software da Verint para otimização da força de trabalho, denominado Impact 360®, como parte integrante de suas operações comerciais. As pessoas que atuam no conselho têm funções variadas nos setores operacionais de contact centers, com foco na estratégia de suporte aos clientes, tecnologias emergentes, planejamento dos negócios e da força de trabalho, relacionamento e satisfação dos clientes, e gerenciamento da força de trabalho. Entre os membros estão: AAA Washington, Aetna, Avista, Bank of Montreal, Barclaycard, Blue Cross Blue Shield of North Carolina, Duke Energy, Holland America Line, Knology, Midwest Contact Center, New York Life, SCANA Energy, Siemens, Toyota e VSP. Em 2010, a presidente do Customer Advisory Council é Gian Brackin, vice-presidente da New York Life. Com 13 anos de experiência na indústria, Brackin tem sido uma das principais incentivadoras do avanço da tecnologia de contact centers na New York Life. As principais implementações causaram impacto direto na capacidade da New York Life de conquistar sucesso em áreas fundamentais para a companhia, tais como entrega de serviços, experiência dos clientes e eficiências de custos. “A comunidade de usuários da Verint pode compartilhar as melhores práticas, assim como apoiar relacionamentos ainda mais colaborativos e trocas de informações entre a Verint e seus clientes”, disse Brackin.
Demanda por soluções em segurança da informação, Comunicação Unificada e projetos na modalidade SaaS impulsionam cenário otimista da Integradora O ano de 2010 começou com boas perspectivas para integradora de soluções e serviços em TI e Telecom, IPconnection. A empresa, que já selou parcerias com as multinacionais 3Com e Wyse no primeiro trimestre do ano, aposta na implantação de projetos também para o setor público com as fabricantes e mira um crescimento de 40% em 2010, em relação ao ano anterior. Atualmente, como Integradora de soluções de companhias como Cisco Systems, Trend Micro, Google, F5 Network, entre outras, a IPconnection traz em sua carteira cerca de 60 clientes. Para atingir a meta de crescimento de 40% este ano, a Integradora está investindo na ampliação do quadro de colaboradores para as áreas Comercial e de Engenharia, além de fortalecer parcerias com multinacionais que já fazem parte do portfólio da empresa como Cisco, F5 e Trend Micro. Entre o final de 2009 e início deste ano, a IPconnection passou a investir em projetos na modalidade SaaS (software como serviço), integrando soluções da Google Apps e Web Conference. Complementando a oferta de projetos no modelo SaaS, em maio a Integradora deve lançar a solução de gravação de telefonia nessa modalidade. “A implantação de projetos no conceito SaaS vem trazendo retornos significativos para IPconnection. A parceria com a Google traz um novo cenário para a empresa e já estamos fechando contratos com grandes empresas que enxergam nesse modelo um avanço no parque tecnológico para otimização dos processos”, explica Alexandre Otto, CEO da IPconnection. A aposta em Segurança da Informação e Comunicação Unificada também continua presente. No primeiro trimestre, essas áreas tiveram grande destaque nos negócios da Integradora. “Vemos que projetos de reestruturação de redes e telefonia, além de segurança foram os que mais se destacam desde o começo do ano, talvez pela retração da economia em 2009, onde diversas empresas seguraram os investimentos em TI”, avalia Otto. Entre os segmentos que mais investiram em TI e Telecom, estão as áreas de saúde, varejo e indústria. Para ampliar os setores de atuação e manter aumento de receita também nas verticais já atendidas, a IPconnection planeja investir em certificação Cisco na área de Comunicações Unificadas, Segurança e Cloud Computing. Na área de serviços, a meta de crescimento também é de 40% para 2010, quando comparada a 2009. “Estamos reformulando o modelo de negócios da área de Serviços, de forma a atender ainda melhor os clientes e estarmos preparados para a ascensão em 2010”, completa o CEO.
Intensificar a atuação junto ao mercado corporativo e setor público, ampliar a sua capilaridade e promover a cultura de segurança são alguns dos objetivos da SonicWALL – uma das maiores empresas em infraestrutura segura de rede – ao firmar uma parceria com a FDM Network Consulting, integradora especializada em infraestrutura de redes para o mercado vertical. O foco da parceria da FDM e Sonicwall é a oferta de produtos voltados para segurança de rede, como: firewall, VPN (Virtual Provate Networks), antivírus, antispam, filtro de conteúdo, IDS (Introdution Detection System), IPS (Introdution Protector System), balanceamento de carga e relatórios. Outros produtos comercializados pela Sonicwall são backups e recuperação de dados, controle de envios e recebimento de emails. Independentemente da linha de produtos, a FDM irá trabalhar no modelo Management Security Service Provider (MSSP), promovendo um “UP SELL” em sua base e buscando novos clientes por meio de sua equipe comercial. Para Fábio Sidney, CEO da FDM, a parceria com a SonicWaLL é importante porque é uma das maiores empresas mundiais de segurança de rede. “Essa aliança valida ainda mais o expertise da FDM Network Consulting no mercado de segurança, além de ampliar a nossa linha de produtos que disponibilizamos aos clientes”, diz Sidney. Dentre os segmentos a serem atingidos a partir da estratégia comercial da integradora, estão: financeiro, corporativo, governo, educação, varejo etc. Para a SonicWALL, conquistar um provedor de serviços qualificados como a FDM amplia as oportunidades de novos negócios. “A SonicWALL tem a expectativa de crescer suas vendas em torno de 20% no setor público ainda em 2010, devido à sua atuação junto ao governo e ao segmento enterprise por meio da FDM”, afirma Daniel Kanaoka, da SonicWALL. Com a iniciativa, a FDM já prepara sua equipe técnica para certificação e terá acesso aos benefícios que fazem parte do Programa de Canal Medallion da SonicWALL. “A intenção da aliança com a FDM é trabalhar com a equipe técnica e comercial da integradora, transformando-a em canal especial de resultados. Dessa forma, a FDM terá acesso a diversos benefícios que fazem parte do seu Programa de Canal Medallion da SonicWALL, tendo total apoio da fabricante”, explica Kanaoka.
Com cerca de 700 servidores e um complexo processo de trabalho, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) se viu diante de um grande desafio: expandir sua rede garantindo a segurança das informações. Em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), a Coordenação-Geral de Sistemas e Tecnologia da Informação (COSIS/STN) concebeu o projeto de Wireless Local Área Network (WLAN), utilizando certificação digital e criptografia do tráfego de informações integrada à rede institucional. Após definir os requisitos de segurança necessários e realizar uma análise de mercado, o Tesouro adquiriu equipamentos da D-Link para suprir todas as especificações exigidas. O investimento total para a implantação foi de R$ 117 mil, incluindo equipamentos, prestação de serviços de Tecnologia da Informação e infraestrutura logística. “O grande diferencial deste projeto foi a segurança instalada em uma rede sem fio, que permite mobilidade aos usuários de notebooks corporativos que se deslocam dentro das instalações da STN, sem estar em discordância com os altos padrões de segurança e acessibilidade estabelecidos pelo Serpro”, destaca Ronaldo Neves, responsável pelo projeto no Serpro. Para atender às necessidades da STN, a D-Link forneceu um sistema de segurança que segue o padrão WPA2 (Wi-Fi Protected Acess) Enterprise, com autenticação 802.1x e certificados digitais integrados a uma base Radius/Active Directory (AD). Além disso, a criptografia dos dados é feita por meio do padrão de criptografia avançado, compondo, dessa forma, um sistema seguro e unificado de acesso à rede sem fio. O principal benefício conquistado pela STN foi a legitimidade no acesso ao ambiente de rede, uma vez que os usuários apenas obtêm acesso por meio de um login unificado. Como aspecto de segurança adicional, a rede sem fio foi instalada em uma Virtual Local Área Network (VLAN) específica, garantindo maior restrição e controle do acesso.

Login