Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do Fornecedor
A reportagem do SBT que denunciou a venda de senhas do Infoseg em plena Rua Santa Ifigênia por R$ 2 mil, mostrou a fragilidade do sistema de segurança digital do Governo. Tecnologia avançada disponível no Brasil poderia ter evitado este tipo de fraude ao banco de dados nacional usado pela Justiça, Ministério Público, Receita Federal e polícias para ter acesso a informações sigilosas dos cidadãos e que possui cerca 107 mil usuários e uma média de 112 mil consultas diárias. A tecnologia, que é oferecida no Brasil pela Inspirit a partir de uma parceria com a ActivIdentity, garante a segurança para o acesso à rede de sistemas a partir da identificação digital multi fator, que combina a utilização de cartões inteligentes (smart card) e tokens. “A tecnologia multi fator impede que quadrilhas tenham acesso às senhas e esta fraude ocorrida contra o Infoseg não teria acontecido”, comenta Francisco Monteiro, diretor da Inspirit. “Este episódio serve de alerta para as empresas públicas e privadas para que elas fiquem atentas a este tipo de ocorrência. Cada vez mais os fraudadores criam meios de burlar a segurança dos sistemas e os gestores de TI devem se atualizar e conhecer as novas tecnologias disponíveis para impedir a ação dos criminosos”, acrescenta. A família de produtos ActivIdentity é composta por conjunto de aplicações com elevado nível de segurança convergência entre smart cards e tokens para garantir a identidade digital, a linha de produtos consolida a identificação por vários fatores: foto e acesso físico e lógico na redes corporativas, e pode incluir a criptografia digital de e-mails e documentos. Integra o portfólio ActivIdentity o SecureLogin Single Sign-On, criado para simplificar a gestão de passwords e sign-on, e aumentar a segurança com autenticação multi-fato; e o o 4TRESS Advanced Authentication for Windows, projetado para controlar o acesso à rede a partir da autenticação com smart cards, tokens, dispositivo USB, leitores biométricos ou senhas.
Hoje os clientes exigem dos fornecedores de software soluções mais aderentes aos seus processos de negócios e ao mesmo tempo softwares mais flexíveis a mudanças, justamente para atender rapidamente às novas demandas do mercado. Para isso, necessitam de soluções mais abertas e abrangentes, que podem facilmente ser integradas a outros sistemas. Legados ou não. Tradicionalmente os fornecedores de pacotes de software atendem a essas demandas através de customizações dos seus produtos, que passam a ter gargalos em sua equipe de desenvolvimento, provocando aumento da complexidade do sistema, o que acarreta na elevação dos custos e em efeitos colaterais, muitos deles graves, também conhecidos como BUGS. Muitas vezes estes custos adicionais são muito maiores do que os preços acordados entre o cliente e o desenvolvedor de software, além de, também, provocar atrasos na entrega dos projetos. O resultado é o desgaste no relacionamento entre as equipes envolvidas, tanto do cliente como da empresa fornecedora do novo software. Buscando resolver essa situação, a Magic Software Brasil busca parcerias com empresas desenvolvedoras de softwares - ERP, CRM, Workflow, e-Commerce, Supply Chain entre outras) e de aplicações complementares, incluindo as baseadas na web - que possam ter interesse em eliminar estes problemas a partir do fornecimento da tecnologia iBOLT, que possui a capacidade de reduzir em até 90% o tempo de desenvolvimento de projetos de integração e automatizações de processos. A tecnologia iBOLT, que a Magic propõe como alternativa de solução para este tipo de problema, já é adotada por conceituados fornecedores e implementadores de software, entre eles a SAP, Oracle, CIGAM, ABC71, SML, Cryo, W4 Global entre outros.
A ManageEngine anuncia o MSP Center Plus, software de gerenciamento da infra-estrutura de TI que capacita os provedores de serviços (MSP) a monitorar remotamente múltiplas redes e desktops dos parques de TI de seus clientes. Combina quatro aplicações integradas: Gerenciamento Remoto de Desktops, Monitoramento Remoto de Servidores, HelpDesk baseado na web, e Automação de Serviços Profissionais. O ManageEngine MSP Center Plus foi desenvolvido para aumentar a produtividade dos serviços oferecidos pelos MSPs a partir da integração das quatro aplicações de gerenciamento e oferece mais de 50 templates de configurações na plataforma Windows e mais de 240 regras de segurança que podem ser adotados pelos MSPs para garantir o aprimoramento da gerência remota da infra-estrutura de TI de seus clientes, independente do porte. Gestão aprimorada com emissão de relatórios e alertas O ManageEngine MSP Center Plus possui funcionalidades para a gestão das rotinas dos dispositivos na rede, tais como gerenciamento de patch, ativos, licenças de software, desfragmentação de discos, limpeza de arquivos temporários e verificação da superfície de discos. Emite alertas com a criação automática de tickets de chamados e ocorrências de suporte para garantir a automatização de serviços de help desk, além da programação das equipes de suporte. Permite também a emissão dos relatórios sobre serviços prestados aos clientes para emissão de fatura e cobrança. Facilitando as políticas para o Green IT O MSP Center Plus também está capacitado para atender às políticas para o Green IT. Isto é possível porque ele auxilia na automatização de todas as atividades dos equipamentos da rede a partir de regras por usuário ou grupo de usuários. Ao informar quais estações de trabalho estão inoperantes, se tornar possível determinar o momento em que elas podem ser postas em hibernação ou desligadas para garantir a redução de energia em todo parque de TI.
A Inspirit, desenvolvedora de soluções dedicadas à Digital Intelligence, apresenta a plataforma Si4, desenvolvida para permitir a construção de redes de comunicação estruturada com workflow para diversas atividades, entre elas B2B, Logística, Comunicação Integrada, CRM e outras. A plataforma Si4 cria regras de acesso aos processos de negócios a partir de níveis hierárquicos de competências para as atividades relacionadas ao negócio. Os níveis de acesso podem ser baseados em categorias de clientes (internos e externos), categorias de fornecedores, revendas e categorias de pontos de vendas. Para automatizar as decisões de compras, a plataforma oferece o recurso de workflow para acompanhamento e auditoria das tarefas. Quando utilizada para criar portais de B2B e B2C, a plataforma Inspirit Si4 permite associar meios de pagamento eletrônicos às ofertas de produtos/serviços na internet de forma fácil, segura e com ótima relação custo-benefício, além de garantir o controle dos processos de compra e atualizações pela web. A plataforma permite que o administrador do portal de relacionamento de compra gerencie remotamente o catálogo eletrônico dos produtos, o seu processo de vendas e a sua logística de entrega. O sistema fornece todos os relatórios necessários para a administração efetiva do B2B e pode integrar o portal B2B aos seus sistemas legados (ERP, CRM e outros), possibilitando redução do TCO e garantindo o ROI de forma efetiva. A plataforma é oferecida conforme as necessidades das empresas e de acordo com os níveis de relacionamento necessários. Ela não exige uma infra-estrutura de TI complexa, com investimentos na compra de novos servidores, sistemas operacionais, softwares, segurança e equipes especializadas. Estes recursos estarão disponíveis a partir do Data Center da Inspirit, onde ficará instalado o portal de B2B.
Os pequenos notebooks já são vistos nas mãos de muitas pessoas nos meios empresariais e profissionais liberais. Este é um sinal que este novo tipo de PC deverá registrar forte crescimento nos próximos anos. No Brasil e no mundo. É difícil não ouvir comentários dos que tomam contato pela primeira vez que sobre os novos mininotebooks e que se trata de equipamento que começa a entrar na lista de desejos de muita gente, principalmente pela sua mobilidade e facilidade de uso. O baixo preço já foi levado em conta, é claro. Como provedora do sistema operacional de PCs que integram o programa de inclusão digital Computador pára Todos, a Insigne Free Software do Brasil quer conquistar 25% deste mercado no Brasil e já anunciou a ampliação de sua equipe para atender à demanda técnica do produto, que demanda customização especializada porque os mininotebooks oferecem pouco espaço e menor capacidade de processamento. “Eles são práticos, mas os fabricantes ainda estão se adaptando ao novo conceito e estudando como oferecer o melhor produto sem que os custos sejam afetados”, comenta João Pereira da Silva Jr., presidente da Insigne. ““Já estamos em processo de homologação do Insigne para mininotebook em alguns fabricantes e em breve teremos novidades”, informa o executivo. Para o executivo, estes novos PCs devem atender à demanda não apenas dos usuários iniciantes, mas também a uma boa parte dos profissionais que gostariam de ter um PC com maior mobilidade com acesso à internet para evitar usar os caros smartphones, que possuem tarifas mais caras que os pacotes de dados oferecidos pelas operadoras 3G.

Login