Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do FornecedorMobileAparelhos HSPA superam 7.2 Mbps

Aparelhos HSPA superam 7.2 Mbps

Publicado em Mobile
19 Agosto 2009
A GSA – Global Mobile Suppliers Association, entidade que representa os fabricantes de aparelhos móveis GSM/WCDMA-HSPA e LTE, liberou seu mais recente relatório que aponta a existência de 1.605 modelos de dispositivos móveis no mercado global com capacidade de suportar velocidades de transmissão de dados superiores a 1.8 Mbps, lançados por 183 fabricantes em todo o mundo, o que representa um aumento de 121% em comparação aos últimos 12 meses. O número de notebooks equipados com dispositivo HSPA triplicou e o número de smartphones dotados de capacidade banda larga também subiu 88% no mesmo período. Mais de 2/3 de todos os dispositivos HSPA (1070 modelos) suportam velocidades superiores a 3.6 Mbps e há um significativo número (595 modelos, 46% do total) que suporta velocidades superiores a 7.2 Mbps. Muitos destes produtos já estão disponíveis nos países da América Latina, o que sinaliza um forte crescimento da nova geração de serviços móveis via banda larga móvel em vários países da região. Como resultado desta movimentação, o estudo da GSA Association releva que os dispositivos HSPA de 7.2 Mbps estão se tornando uma nova base referencial para a nova geração de banda larga em todo mundo, impulsionando uma nova gama de serviços de valor agregado para os assinantes móveis latino americanos, os quais serão beneficiados com o aumento das capacidades e funcionalidades dos aparelhos móveis HSPA. De acordo com Alan Hadden, presidente da GSA Association, “com um maior número de redes comerciais na América Latina com maior capacidade de downlink de dados, os quase 600 dispositivos compatíveis com 7.2 Mbps sinalizam para uma nova realidade no mercado de banda larga móvel a partir da utilização da tecnologia HSPA”, comenta o dirigente. “Para os países da América Latina esta nova realidade também representa um importante passo rumo à nova geração de serviços móveis de elevado valor agregado”, afirma Hadden.
Entre para postar comentários