Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do FornecedorAtualidadesTecnologia para classificação por qualidade de cédulas

Tecnologia para classificação por qualidade de cédulas

Publicado em Atualidades
13 Agosto 2009
A Giesecke & Devrient acaba de lançar a atualização de sua linha de produtos BPS 200 e Numeron NG (New Generation) projetada para processamento de cédulas em pequena e media escala, que atendem às normas do Banco Central do Brasil, reunidas na Carta Circular 3235, a qual estabelecem os critérios para a garantia da padronização da qualidade no serviço do saneamento do numerário disponível no meio circulante brasileiro. A atualização dos equipamentos amplia significativamente a acuidade no processamento de numerário a partir da análise das características físicas e de autenticidade das cédulas em circulação. O lançamento também inclui a possibilidade da atualização para os novos sensores de todos os modelos anteriores de equipamentos instalados no Brasil, possibilitando desta forma o total aproveitamento de tais equipamentos A Carta Circular 3235 do BC está em vigor desde meados de 2006 e visa uniformizar os procedimentos para a preservação do bom estado do meio circulante a partir de definição de critérios para análise da classificação de cédulas bancárias nacionais e possa garantir a homogeneidade dos serviços de saneamento do meio circulante em todo o território nacional. Em Agosto de 2007 e em maio de 2009 o Banco Central chegou a publicar os comunicados 16.017 e 18.423, respectivamente, estabelecendo os percentuais máximos de mistura aceitáveis na composição do numerário recolhido ao Banco Central do Brasil e à instituição custodiante. De acordo com Flamarion Pirtouscheg, presidente da Giesecke & Devrient Brasil, os novos equipamento e sensores da G&D deverão facilitar este trabalho realizado pelos bancos e empresas de transporte de valores. “Com a nova tecnologia os agentes do processamento e saneamento de numerário no Brasil poderão planejar a migração do atual sistema para um mais moderno e que permite atender à orientação do BC”, comenta o executivo.
Entre para postar comentários