Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do FornecedorAtualidadesBrasil fica em 1º lugar em ranking mundial que mede expectativas atendidas quanto aos benefícios da migração para a nuvem

Brasil fica em 1º lugar em ranking mundial que mede expectativas atendidas quanto aos benefícios da migração para a nuvem

Publicado em Atualidades
26 Novembro 2019

Segundo o Barômetro de Sucesso na Nuvem da Unisys, apesar  disso, o uso da multicloud ainda é baixo (24%) - valor alinhado com os resultados mundiais.

Quase a totalidade das organizações que participaram da pesquisa já começou a migrar aplicações e sistemas críticos para a nuvem; a maioria está vendo suas expectativas atendidas pela migração. Mais de nove em 10 (92%) executivos brasileiros já perceberam os benefícios da computação em nuvem - em comparação com apenas 66% dos líderes mundialmente - em grande parte, porque integraram o plano de adoção como elemento essencial de uma estratégia mais ampla de transformação dos negócios, de acordo com um novo estudo da Unisys Corporation.

A primeira edição do Barômetro de Sucesso na Nuvem da Unisys, que explora o impacto e a importância das estratégias de cloud computing, entrevistou 1.000 líderes seniores de TI e de negócios em 13 países, incluindo o Brasil. Entre as conclusões do estudo estão:

Quase a totalidade (95%) das empresas brasileiras que adotaram a nuvem como parte central da estratégia de negócios viu grandes ou moderados avanços trazidos pela migração;

Apenas um terço (33%) dos líderes que adotaram a nuvem como parte menor da estratégia de transformação dos negócios teve expectativas excedidas ou atingidas em grande parte com o processo de transformação digital em cloud;

Entre todos os entrevistados, 56% dos líderes de negócio da América Latina relataram estar extremamente ou muito preocupados em serem superados pelos concorrentes;

No ranking global, que avalia a evolução das organizações na jornada para a nuvem em uma escala de 0 a 100, o Brasil atingiu 66 pontos - a pontuação mais alta ente todos os países avaliados - 17 acima da média mundial (49 pontos) e 10 a mais em relação à média da América Latina (56 pontos).

"A jornada para a nuvem se mostra bastante evoluída em toda a América Latina - é a região com a posição mais avançada (56 pontos) em nosso primeiro Barômetro de Sucesso na Nuvem™. O Brasil se destaca como pioneiro entre os países, o que mostra que as companhias já compreendem a importância de ter uma estratégia de negócio para gerenciar as principais aplicações em ambientes na nuvem, não apenas para conquistar ganhos financeiros, mas também para assegurar eficiência, disponibilidade e flexibilidade. Além disso, o aspecto de segurança deixou de ser uma barreira e se apresenta como mais uma vantagem competitiva para acelerar a jornada de transformação digital, tendo a computação em nuvem como eixo fundamental", explica Eduardo Almeida, presidente da Unisys para América Latina.

O futuro é multicloud

Apesar de quase todos os entrevistados (95%) afirmarem ter migrado para a nuvem em algum nível, o uso da multicloud ainda é baixo (24%) - valor alinhado com os resultados mundiais. No entanto, os usuários de multicloud disseram que veem a nuvem como elemento essencial para manter a competitividade:

Três em cada quatro (76%) afirmaram que, se não migrassem para a nuvem, estariam um pouco ou extremamente preocupados com o fato de um concorrente sair na frente em inovação;

48% estariam preocupados em ser superados por um concorrente;

Um terço (33%) estaria preocupado em se ver até forçado a abandonar os negócios por não inovar.

"Uma estratégia multicloud oferece flexibilidade e escolha, além de reconhecer que nem todos os dados e aplicações precisam ser tratados da mesma forma", comenta Almeida. "Essa abordagem ajuda as organizações a se manterem soberanas em relação aos seus dados, distribuindo os riscos em caso de inatividade e aumentando as opções de negociação de taxas dos provedores para diferentes demandas de serviço", completa.

Nuvem atende às expectativas na América Latina

O primeiro Barômetro de Sucesso na Nuvem da Unisys entrevistou mais de 1.000 líderes seniores de TI e de negócios em 13 países entre agosto e setembro de 2019. A Unisys avaliou atitudes em uma ampla gama de questões de desempenho da nuvem e criou um barômetro com base no feedback da pesquisa. A pontuação do barômetro é calculada em uma escala de 0 a 100, com base nas expectativas atendidas pela nuvem em seis áreas de benefícios de negócio, competitividade e TI.

O Brasil está no topo da escala quando se trata de expectativas atendidas pela nuvem, seguido pelo México, Colômbia e Estados Unidos. A pontuação da América Latina (56 pontos) foi a maior das quatro regiões pesquisadas.

A pesquisa também revelou que 84% das empresas consideram avanços da segurança de dados e da TI um benefício da adoção da nuvem, enquanto 91% tiveram as expectativas atendidas nesses aspectos após a migração. Além disso, 83% dos executivos acreditam que a nuvem seja um ambiente mais seguro.

"A segurança dos dados é um dos fatores mais críticos para toda a organização, pois além de perdas financeiras, o vazamento de informações pode comprometer a reputação da marca por muitos anos. Hoje, podemos afirmar que a nuvem é o ambiente mais seguro e estratégico para armazenamento de dados. A gestão eficiente da jornada de transformação digital é fundamental para uma estratégia de negócios assertiva", completa Guilherme Artuso, diretor responsável pelas ofertas de Cloud da Unisys na América Latina.

Percorrendo o caminho para o sucesso

"Embora nenhum processo de migração para a nuvem seja igual ao outro, existem vários elementos essenciais que muitos deles compartilham para o sucesso. Em primeiro lugar, as organizações devem fazer uma avaliação completa do planejamento, que antecipe análise ROI, demandas de treinamento da equipe e riscos de segurança, e identifique casos em que a experiência externa é necessária. Em seguida, é preciso estabelecer uma estrutura de integração/entrega contínua usando microsserviços, contêineres e DevOps. Por fim, ter um portal de gestão de nuvem é fundamental para garantir visibilidade de ponta-a-ponta e assim assegurar um bom monitoramento e desempenho elevado", completa Artuso.

 

Entre para postar comentários