Você está aqui: HomeFornecedor de TINotícias do FornecedorAtualidadesGrupo Prysmian inaugura no Brasil sua nova sede para a América Latina

Grupo Prysmian inaugura no Brasil sua nova sede para a América Latina

Publicado em Atualidades
17 Julho 2019

 

Multinacional italiana investiu R$ 150 milhões para expandir unidades no País

 

O Grupo Prysmian inaugurou nova sede para a América Latina na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo. Para celebrar a ocasião, o CEO Global Valerio Battista e executivos da multinacional italiana reuniram-se no Brasil para conhecer as novas instalações que, a partir de agora, concentram as operações administrativas do grupo na região. Com o Projeto +90, em alusão aos 90 anos de operações no Brasil, o Grupo Prysmian investiu cerca de R$ 150 milhões na expansão de duas de suas sete plantas industriais no país, Sorocaba-SP e Poços de Caldas-MG.

Na unidade de Sorocaba, localizada no bairro Éden, o Grupo investiu na ampliação e modernização de linhas de produção destinadas a cabos de energia, cabos ópticos e metálicos para transmissão de dados, bem como cabos especiais para a indústria automotiva. Também foi construído um novo centro de distribuição. Além do novo edifício administrativo, a unidade também passa a ser o Centro de Excelência do Prysmian Group para a América Latina, contando com um laboratório referência em Pesquisa & Desenvolvimento nas áreas de energia e de telecomunicações. O acréscimo em área construída nesta unidade chega a 23 mil m².

O edifício, cujo projeto de linhas contemporâneas, com amplas janelas e espaços que engajam a integração e convivência, inspirou-se nas soluções de conectividade, sustentabilidade e layout de seu equivalente na matriz em Milão na Itália, e pode acomodar até 340 colaboradores. O espaço abrigará todo o corpo administrativo tanto para a América Latina quanto para o Brasil.

O Grupo escolheu a cidade de Sorocaba por estar estrategicamente mais próxima do principal mercado da companhia na região. Em 2018, no Brasil, o faturamento atingiu cerca de R$ 1.9 bilhões líquidos.

 

Entre para postar comentários