Você está aqui: HomeFornecedor de TIArtigosIndicadores de Desempenho (KPI) são essenciais para a integração

Indicadores de Desempenho (KPI) são essenciais para a integração

 

Stephan Romeder (*)

Como você toma um caminho bem sucedido para a integração de sistemas? Simples: incluindo 4 KPIs (Key Performance Indicator ) críticos para o projeto.

Os projetos de integração de sistemas (SI), se bem feitos, podem proporcionar um grande impulso à produtividade das empresas, eliminar a entrada repetitiva de dados, colocar as informações corretas necessárias à disposição do usuário, melhorar e eficiência e o atendimento ao cliente.

Empresas usam os indicadores chave de desempenho em vários níveis dos negócios, em tudo. Desde um aumento nas receitas de vendas, margens de lucro, volume de contas a pagar, rotação de estoques e taxas de atendimento são medidas de produtividade que podem ser influenciadas positivamente como resultados de projetos bem sucedidos de TI.

Então, por que a maioria das organizações negligencia a inclusão de KPIs como parte de seu processo de planejamento de projetos de integração de sistemas?

Há centenas de KPIs em diferentes departamentos que podem ser usados para mostrar como os projetos de integração de sistemas economizam tempo e dinheiro ao mesmo tempo em que melhoram a satisfação do cliente. Vale a penas levar um tempo para calcular os que são mais relevantes para o seu projeto.

Aqui estão quatro razões porque KPIs devem ser uma parte essencial de seus planos de integração de sistemas.

Amplia o escopo de seu projeto - Quando os KPIs são calculados nos estágios iniciais do projeto, novas oportunidades para melhorar a eficiência podem ser descobertas. Por exemplo, ao automatizar o processo de vendas, também poderia também haver benefícios adicionais para finanças, incluindo uma redução nos dias de vendas em aberto, redução no tempo de coleta de contas a receber e redução no tempo de fechamento de contas. Se os analistas financeiros são envolvidos, explorando todos os benefícios adicionais, os processos de negócios adicionais podem ser incluídos no projeto, aumentando seu impacto e valor para a organização.

Eleva o perfil da TI – Um dos desafios do gerenciamento da TI é dar um salto: de ser percebido como um centro de custo para se tornar um facilitador da transformação digital que pode aumentar os resultados da organização. Ao traduzir os benefícios do projeto de integração de sistemas em KPIs, os benefícios que a TI traz para a organização tornam-se claros.

Por exemplo, projetos de integração de sistema de gestão ERP podem resultar em custos de estoque reduzidos, tempos de ciclos de planejamento mais rápidos, melhoria das taxas de atendimento e menor quantidade de pedidos atrasados, além de garantir dados de produtos mais acessíveis, relevantes e precisos. Estes KPIs serão mais eficazes para chamar a atenção de um executivo do que simplesmente dizer que um projeto de integração levará o prazo “x” e custará “y”.

Acelera o processo de aprovação – Fornecer o ROI usando KPIs acelera a aprovação dos projetos pela administração e finanças. Uma vez que os números sejam gerados como um esforço da equipe com os gestores de negócios, haverá o buy-in necessário da gestão de frente que irá aumentar a credibilidade, urgência e prioridade do pedido de aprovação.

Trabalha os problemas antecipadamente - Projetos de integração de sistemas tem uma reputação de se tornarem complicados. O cálculo de KPIs antecipadamente exige requisitos de sistemas mais detalhados. Para estimar os benefícios da melhoria da eficiência, cada processo que é automatizado precisa ser examinado cuidadosamente. Essas revisões detalhadas podem descobrir novas informações que poderiam resultar em surpresas desagradáveis.

Trabalhar lado a lado com os gestores de negócios para definir KPIs para medir o valor do projeto aumenta as chances de sucesso do projeto. Incluir KPIs com um plano de negócios certamente irá também aumentar o valor do projeto e posicionará o departamento de TI com parceiro estratégico da gestão e ajuda a tecnologia a fazer o que faz melhor: fazer um negócio ser melhor e mais rentável.

(*) Managing Director da Magic Software Europe

Login