No Rio de Janeiro faltam centros de formação de qualidade

Para 2008 ele aponta as tecnologias:

Ajax, PHP e Flex como responsáveis por grandes inovações e oportunidades de negócios e de trabalho.

Na UERJ ele tem alguns planos:

Pretendemos implantar o sistema de gerenciamento de pós-graduação em várias unidades. Com isso, pretendo evoluir profissionalmente como desenvolvedor.

Qual livro de TI ou Negócios que está lendo (ou leu) ? O que lhe chamou mais atenção nesta obra?

"Vantagem Competitiva - criando e sustentando um desempenho superior", de Michel E. Porter. Este Livro apresenta conceitos objetivos de análise de mercado para que possamos identificar oportunidades de negócios além de uma constante reflexão de como está o nosso posicionamento no mercado. Antes, eu li "O Gerente Minuto" - tem uma grande lição de organização, disciplina e valorização das competências de cada indivíduo relacionado a um processo produtivo. Além de leitor da revista Linux Magazine, estou lendo "Ajax em ação" da Editora Person Education do Brasil

E sobre a carência de profissionais no mercado, ele sentencia:

Parece lugar comum, mas o negócio é educação. uitos estudos divulgados apontam o Brasil como um país de grande futuro em TI. No entanto, as vagas oferecidas pelo mercado não estão sendo preenchidas, segundo as empresas  - devido à falta de profissionais capacitados. Por que isso acontece e o que poderia ser feito para mudar este quadro?

O Brasil tem profissionais muito criativos em várias áreas do conhecimento. Em meu contato com as ciências biológicas pude constatar isso. Nossa pesquisa em DNA e identificação humana é avançada e reconhecida internacionalmente, o mesmo se dá na farmacologia entre outras, mesmo com o baixo investimento feito em educação.

Um problema crônico atual é que os cursos superiores e de pós-graduação estão recebendo muito mais investimento do que o ensino médio e fundamental, daí a falta de pessoal, pois grande parte desses alunos não chega ao nível superior e se chegam é com grande deficiência.

Em contra partida a TI evolui com muita velocidade por isso tantas vagas em aberto. Isso ocorre também na indústria do turismo e, na aeronáutica, a Embraer montou um centro de formação para engenheiros devido à  falta de pessoal disponível no mercado, e por aí vai...
 
A Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, está com um novo programa a ser implantado em escolas de nível médio em todas as áreas visando a melhoria da formação dos alunos, esse é um caminho que se for levado à sério pode resolver muitos problemas à médio prazo.

Falando tristemente do Rio de Janeiro, é impressionante ver que o lugar está às moscas quanto a TI, salvo o INFNET e o SENAC. Muitos cursos disponíveis são verdadeiros caça-níqueis. São todos muito ruins, ensinam webdesign, mas não abordam TI, programação, banco de dados ou as necessidades do mercado.

Faz anos que não é realizado um evento sobre TI (no Rio de Janeiro). O último que aconteceu aqui foi apresentação da ENG aqui na UERJ há mais de três anos. Uma empresa como esta, que atua em Brasília, Vitória, São Paulo e Curitiba, melhoraria e muito a situação do Rio neste sentido.

Creio que, com a devida divulgação de resultados, e sobre como a qualidade de vida pode melhorar com um bom emprego nessa área, talvez as pessoas voltem seus olhos com mais atenção para a boa formação em TI.