Você está aqui: HomeEquipe IT PortalPing-PongFaltam cursos especializados para a carreira em TI

Faltam cursos especializados para a carreira em TI



Para Bianca Pascal, gerente de projetos no Banco Santander, formada em Engenharia da Computação pelo Centro Universitário Sant’Anna, o problema está na falta de cursos especializados para este mercado. “Há muitas vagas que exigem qualificação específica que não podem ser preenchidas devido à falta de cursos especializados”, afirma.

“As vagas exigem uma qualificação muito especifica que não é fácil conseguir devido à falta de cursos especializados nas instituições de ensino (faculdades, cursos profissionalizantes, cursos de extensão, pós-graduação, mba) no Brasil (a maioria é no exterior e os poucos que se tem no Brasil são muito caros). Eu, por exemplo, estou procurando um profissional sênior de Websphere e não consigo encontrar no mercado.

Bianca Pascal tem 25 anos de idade, recém-formada e já conta com seis anos de experiência na área de TI, adquiridos em empresas como AirON do Brasil, Imago IT Solution, Telefônica, Indústria Farmacêutica Hexal do Brasil e atualmente atua como gerente de projetos no Banco Santander. Com um currículo bastante recheado para uma moça de 25 anos, já gerou desconfortos em colegas de trabalho por ser nova, estar numa posição de liderança, e ser mulher.

Acompanhe nosso bate papo:

IT Portal - Quantas pessoas compõem a equipe de TI que trabalha com você? Quais são as principais atividades do departamento?

Bianca Pascal - Na área de gestão de projetos somos eu e meu chefe. As áreas que gerenciamos são: tecnologia, com umas 30 pessoas, e prevenção a numerários, com umas 70 pessoas.


As atividades são bem divididas. A área de TI cuida da parte de software, integração, desenvolvimento de sistemas e etc, e a área de prevenção cuida do dia-a-dia da análise das movimentações de clientes e ingresso de novos clientes no banco.

IT Portal - Quais os principais planos em TI da empresa para 2011? Quais os objetivos?

Bianca Pascal – Olha, como eu trabalho numa área que tem muita solicitação de órgãos regulatórios, creio que as principais metas para 2011 envolvam atender essa demanda. Além da integração, após a fusão dos bancos Real e Santander.

IT Portal - A empresa investe em treinamento/atualização da equipe de TI? Como isso funciona?

Bianca Pascal - Sim. Sempre há treinamentos para atualização de conhecimento, alguns obrigatórios e outros para novas capacitações. O Santander também investe em pós-graduação etc.

IT Portal - Por que decidiu seguir carreira em TI?

Bianca Pascal - Sempre gostei de computador e tecnologia, desde pequena (embora ainda não tivesse muito na minha infância), mas sempre achei uma área de muito futuro e muito interessante. E que estaria sempre em evidencia no mercado. E eu não gosto de coisas muito monótonas, que não tem novidades toda hora.

IT Portal - Já ouvimos falar de preconceito para mulheres nesta área, muita gente acredita ser uma profissão masculina, o que você acha disso? Já sofreu algum tipo de preconceito?.

Bianca Pascal - Tem muito preconceito ainda hoje, mas as mulheres estão tomando espaço na área. Aqui mesmo tem muita mulher na área. Já sofri muito preconceito, ainda mais por ser jovem e ocupar cargos que exigem que certa liderança, me sinto muito mal e desvalorizada, pois me esforcei para chegar onde estou hoje e a maioria das pessoas não veem isso, só sabem levar pelo lado pejorativo e falar que tenho um romance com o chefe, que eu sou filha de não sei quem, algo do tipo.

IT Portal - A sua equipe é formada por homens ou mulheres? Como os rapazes lhe tratam? Sente alguma rispidez em serem comandados por uma mulher e nova?

Bianca Pascal - Aqui temos uma equipe bem mista e que me trata super bem. Em outros lugares onde trabalhei já sofri muito por ter que lidar com homens que eram extremamente machistas e que não aceitavam o fato de ter uma mulher lhes cobrando, muito menos de vinte e poucos anos. Já ouvi poucas e boas de alguns como: “você deveria estar em casa aprendendo a cozinhar e esfregar o chão” entre coisas menos educadas.

IT Portal - Você geralmente conserta os computadores dos namorados? Como enxerga essa situação?

Bianca Pascal - Alguns namorados me deram sim muito trabalho pra resolver, como deletar arquivos do registro,  apagar as coisas e dizer que elas simplesmente sumiram, não saber entrar em determinado programa pelo fato de ter saído do desktop e não saber entra pelo Start.
A situação mais engraçada foi de um ex que comprou um notebook qualquer porque não queria gastar dinheiro. Um belo dia o notebook começou a ficar lerdo e travar, ele não conseguia falar comigo e deu um soco no teclado do note, que amassou. Quando fui ver o note, estava com o teclado afundado e algumas teclas travadas. Então pediu para que eu comprasse um note pra ele. Até hoje ele me consulta sobre computadores e celulares.

IT Portal - Também resolve os problemas dos familiares e dos amigos? Acaba tendo muita ‘dor de cabeça’ com esses favorzinhos? São problemas simples de se resolver?

Bianca Pascal - Minha família e algumas amigas acham que eu sou do suporte, por eu ter feito engenharia da computação. Então todo problema que surge no computador de alguém, é pra mim que ligam.


A minha mãe sempre que precisa de algo que eu não consigo ajudar, fala:”eu não acredito que você fez seis anos de faculdade e não sabe resolver meu problema”. Meu pai idem. Ele queria que eu fizesse um site e quando eu falei que não sabia, ele disse: “então você fez faculdade para que”?
Eu tenho uma amiga de infância que vivia me pedindo ajuda, se tornava algo muito cômico, pois pra mim eram coisas fáceis que pra ela eram o fim do mundo.

IT Portal - Quais suas atividades fora do trabalho? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Bianca Pascal - Existe vida fora do trabalho? (brinca). Eu tenho uma empresa de TI para gerenciamento de projetos e às vezes faço alguns freelas como, planejamento e cronograma de projeto, gerenciar atrasos, replanejar projetos, gerenciar riscos, até buscar profissionais de TI no mercado (pois as vezes o pessoal de RH não sabe buscar um determinado perfil pois não entende muito bem da área e não sabe a diferença de Java, COBOL, C#, e etc, ou desenvolvimento em alta plataforma e em baixa plataforma).
Mas gosto de sair para dançar, estar com a família, sair com amigos, jogar futebol, entre outros.

IT Portal – Ainda joga futebol ou pratica algum outro esporte? Toca algum instrumento musical ou em alguma banda? Algum trabalho voluntário?

Bianca Pascal - Eu adoro futebol, cheguei a fazer por alguns anos, mas devido a operações nos joelhos tive que parar. Também amo música. Já fiz aulas órgão, violão, mas não consigo gostar muito, pois sinto que a música fica meio vazia com apenas um instrumento, então me decepciono e acabo por não querer mais fazer.

Trabalho voluntário, já fiz vários. Atualmente ajudo o Grupo Doar que é coligado a Loja Maçônica Zoar e é um grupo das esposas de maçons, que fazem trabalhos voluntários, ajudando algumas instituições, entre elas a Fundação Irma Clara, que cuida de crianças com paralisia cerebral. Fazemos rifas para arrecadar dinheiro e ajudamos com doações de mantimentos e ate itens de higiene para as festas.

IT Portal - Se você pudesse mudar o mundo, o que você mudaria? Por quê?

Bianca Pascal - Isso é uma coisa que faz eu me sentir incompleta. Eu gosto do meu trabalho, amo o que faço, mas me sinto tão inútil diante das necessidades do mundo.

As catástrofes me deixam muito balançadas, pois não sinto que eu efetivamente faça algo para ajudar o próximo. Eu tento, ajudo as instituições, mas a tragédia do Haiti, o terremoto no Chile, o Rio de Janeiro... Às vezes me dá vontade de ir ate lá ajudar aquelas pessoas. Não suporto ver crianças e idosos sofrendo. Sempre que posso ajudo. Até na rua, quando me pedem dinheiro. Sei que não é certo dar dinheiro, pois muitas vezes essas pessoas são exploradas por pai, mãe, filho etc, ou então, usam para comprar drogas, mas não suporto a ideia de imaginar que aquela pessoa pode realmente estar passando fome e eu não fiz nada para ajudar.

Login