Você está aqui: HomeEquipe IT PortalPing-PongO segredo está no auto investimento da carreira e no lazer

O segredo está no auto investimento da carreira e no lazer


Há 5 meses na empresa, que é subsidiária da companhia alemã Giesecke & Devrient (G&D) provedora de tecnologias para meios de pagamento, smart card, SIM card, papel moeda, segurança e telecomunicações, e aos 38 anos é responsável pela área de IT da GD Burti no Brasil e na Argentina, conta com uma equipe composta por 9 colaboradores, além de outsourcing.  Entre as principais atividades do seu setor está o desenvolvimento de sistemas para produção e integração com clientes, melhorias no ERP, implementação e manutenção de toda a infraestrutura de IT, como datacenters, Servidores, LAN, WAN e clients, além de suporte a usuários e segurança da informação.

Formado em administração de empresas pela PUC-SP, com pós-graduação em sistemas da informação pela UNIP e especialização em gestão de negócios pelo IBMEC,  André Martins iniciou sua carreira em TI como estagiário de informática na Hoechst, empresa alemã do ramo farmacêutico. Hoje, com 18 anos de carreira, ele acredita que o profissional deve investir em sua carreira, independente se a empresa, na qual presta serviços, vai ou não oferecer qualificações. “Os profissionais que querem se manter atrativos devem procurar estes treinamentos ou especializações independentemente de suporte da empresa onde trabalha. A visão de uma empresa paternalista, que garantia todos os treinamentos para todos os colaboradores, não cabe mais no  mundo de hoje. Hoje as empresas procuram investir nos profissionais “high potencial”, e não de maneira generalizada”.

Quando questionamos por que há um grande número de vagas não preenchidas para o setor de TI, Martins é bem enfático: “as faculdades não preparam bem os profissionais e os candidatos, muitas vezes, têm pouca experiência relevante ou não estão preparados para a posição que querem assumir. Falta investimento pessoal, maior tempo de permanência nas posições, maior participação em projetos e, infelizmente, até mesmo fluência em inglês”
 
Acompanhe o restante do nosso bate-papo com André Martins:

IT Portal –  Antes de começar na GD Burti, você trabalhou na DHL. Como foi esta mudança, quero dizer, você saiu de uma empresa de logística para uma empresa provedora de tecnologias.  Fundamentalmente, quais as principais diferenças entre os setores?

André Martins - Acho que a maior diferença está no quesito segurança. Apesar da DHL ter standards e políticas de segurança bem desenvolvidas, aqui o nível é muito mais alto. As políticas são muito mais rígidas e a segregação de funções e redes é muito maior. Isto cria um ambiente mais seguro, mas de gestão mais complexa para a IT. Soluções para problemas conhecidos muitas vezes não podem ser implementadas, pois vão contra standards de segurança ou dependem de acessos que não podemos dar. O profissional de IT precisa ser mais criativo para poder atender as demandas dos usuários. Os nossos colaboradores precisam considerar os aspectos de segurança como base para qualquer ação.

IT Portal - Quais os principais planos em TI da sua atual empresa para 2010? Quais os objetivos?

André Martins - Melhoria da infraestrutura com ênfase em redução de riscos e diminuição de custos. Maior controle de custos em Telecom; Implementação de nova versão de ERP com foco em revisão de processos e simplificação.

IT Portal - Em sua opinião, quais as tecnologias que predominarão em 2010/2011? Por quê?

André Martins - Virtualização ainda é um assunto em alta. Agora a virtualização de desktops parece estar ganhando mais força e pode ser uma solução interessante para algumas áreas específicas das empresas. Ao mesmo tempo, acredito que grande parte das empresas estará ou migrando para Windows 7 e um novo Office, provavelmente Office 2010, ou estará se preparando para que isto aconteça em 2011. Acredito, também, que Cloud Computing terá algum crescimento, aproveitando-se do aquecimento da economia. Nos dois últimos anos, muitas empresas reduziram os investimentos em IT e uma forma de acomodar o crescimento dos negócios de maneira rápida pode estar na utilização dessa tecnologia.

IT Portal - A empresa onde você trabalha investe em treinamento/atualização da equipe de TI? Como isso funciona?

André Martins – Sim, investe. Porém, como grande parte das empresas, o último ano represou alguns destes treinamentos. Os treinamentos estão sempre conectados a projetos ou implementações de novas tecnologias. Como já havia dito, sou da opinião que os profissionais devem independentes do suporte dos seus empregadores.

IT Portal - Qual livro de TI ou Negócios que está lendo ou leu recentemente? O que mais lhe chamou atenção nesta obra?

André Martins - Acabei de ler Na Cabeça de Steve Jobs, de Leander Kahney. O que mais me impressionou foi a obsessão de Jobs pelos detalhes e pela qualidade. Em um mundo em que se tenta "comoditizar" tudo, ele segue na direção contrária, angariando fãs e maximizando lucro.

IT Portal - Quais suas atividades fora da empresa? O que gosta de fazer nas horas vagas?

andre_gdburti_2.jpgAndré Martins – Gosto de muita coisa. Pratico triathlon, por isso tenho muitas atividades todos os dias, tanto de manhã quanto à noite. Graças a esse esporte, também participo de muitas corridas de rua. Obviamente, gosto de estar com meus amigos e familiares sempre que possível, mas viagens são sempre muito bem vindas. Procuro aproveitar ao máximo as oportunidades profissionais para conhecer outros países e culturas.

IT Portal - Filme preferido? Por quê?

André Martins - Não tenho um filme preferido. Porém prefiro filmes que tirem minha cabeça do dia-a-dia e que me coloquem para cima. Não gosto de filme que me faça sair me sentindo pior do que entrei.

IT Portal - Se você pudesse mudar o mundo, o que você mudaria? Por quê?

André Martins - Acho que estamos nos tornando cada vez mais materialistas e isolados. Isto nos torna insensíveis, agressivos e egoístas. Todas as características desagregadoras e causadoras de problemas. Não quero mudar o mundo. Isto é utopia. Temos que começar por nós mesmos. Se todos formos a uma direção melhor as coisas também darão esta virada.


 

Login