Você está aqui: HomeEquipe IT PortalPing-PongMão de obra barata e especializada ainda é escassa

Mão de obra barata e especializada ainda é escassa

Sua equipe é composta dois analistas de sistemas, dois analistas de suporte, dois analistas no Service Desk A Laselva também contratou a Sonda como seu prestador de serviços em infra-estrutura de TI.

Sobre as tecnologias que predominarão em 2008, Eugênio Terra aponta:

Web 2.0 (Wikis, Blogs, Virtual Words) / BPM / Integração de Aplicações (Aplicações Compostas) / Segurança da Informação / RFID / Biometria.

Qual livro de TI ou Negócios que está lendo (ou leu) ? O que lhe chamou mais atenção nesta obra?

 

- O último livro lido foi “Governança de TI: Tecnologia da Informação”, de Peter Weill / Jeanne W. Ross - Editora M. Books. O livro é baseado em um estudo feito com 250 empresas de todo o mundo. Ele conceitua muito bem Governança de TI e nos leva a parar de pensar em TI como função isolada e começar a desenvolvê-la como uma competência organizacional. Além disso, fala sobre as 5 decisões que determinam o uso eficiente de TI.
 
Muitos estudos divulgados apontam o Brasil como um país de grande futuro em TI. No entanto, as vagas oferecidas pelo mercado não estão sendo preenchidas, segundo as empresas  - devido à falta de profissionais capacitados. Por que isso acontece e o que poderia ser feito para mudar este quadro?

Concordo em parte. O grande problema, em minha opinião, é que as empresas querem os profissionais de alto nível, mas não querem pagar proporcionalmente. De fato, mão de obra barata e especializada ainda é escassa. Outro grande problema é que existem muitos profissionais capacitados que são barrados por não terem um 2º ou 3º idioma. Estes profissionais não conseguem sequer ir para uma entrevista de emprego. São barrados nas empresas de colocação de mão de obra (e ficam de fora até das estatísticas). A mudança deste quadro passa por um alto investimento do país em Educação e Pesquisa Educacional.