Você está aqui: HomeEquipe IT PortalPing-PongPequenas e médias consideram departamento de TI como despesa.

Pequenas e médias consideram departamento de TI como despesa.



Para ele, esta situação leva as empresas a não investirem em suas equipes, deixando para o profissional a maior parte do pesos dos investimentos em capacitação.

Formado em Ciências da Computação, Luis Gustavo está especializando em Administração de Redes.

Ele está há 2 anos na Minalba, que no ramo de alimentos e bebidas (refrigerantes, energético, água mineral), onde começou como encarregado e hoje supervisiona cinco filiais. Sua equipe é composta por 3 pessoas, uma delas mulher.

IT Portal - Quais os principais planos em TI de sua empresa para 2008? Quais os objetivos?

Luis Gustavo - Foi a implantação do VOIP na fábrica e logo iremos implantar a tecnologia nas filiais.

IT Portal - Quais as tecnologias que predominarão em 2008 no mercado em geral?

Luis Gustavo - Atualmente estou apostando cada vez mais no crescimento do VOIP. É um recurso que em breve todas as empresas deverão adotar.

IT Portal - Qual livro de TI ou Negócios que está lendo (ou leu) ? O que lhe chamou mais atenção nesta obra?

Luis Gustavo - Atualmente estou lendo muito a respeito de modelos de Governança, fiz a certificação ITIL e estou cursando Gestão de TI ISO/IEC 20000-1 e Segurança da Informação ISO 27001.

IT Portal - Quais as revistas de Ti de sua preferência?

Luis Gustavo - Atualmente assinando Info (Abril).

IT Portal – Voltando à sempre noticiada falta de profissionais capacitados. Por que isso acontece e o que poderia ser feito para mudar este quadro?

Luis Gustavo - Para mudarmos esta situação, realmente ainda não consigo ver uma luz no final do túnel. A maioria das pequenas e médias empresas que conheço enxerga o departamento de TI como uma despesa em seu orçamento. Não há o hábito de se investir no departamento, muito menos em profissional. A não ser as empresas de Tecnologias. Realmente, faltam pessoas capacitadas, principalmente quando se trata de um segundo idioma, mas não podemos esquecer que são poucas as empresas que estão dispostas a pagar por essa capacitação.

Login